A mispelled AB[B]A first semester!

Recebi as notas do primeiro semestre há um mês mais ou menos e tinha todo um plano pra comentar meu primeiro semestre aqui em Curitiba aproveitando minhas notas (A em Microeconomia, B e Macroeconomia e A em Desenvolvimento Econômico) para fazer algumas paródias com as músicas do ABBA (continua no terceiro parágrafo, minha prolixidade acabou com todo o sentido deste, colocando outro assunto antes de retomar o tema principal desta postagem).

Cresci numa casa em que se houve muito tiozão-hits (gênero musical que tem como principal representante a rádio Antena 1 em São Paulo (com 99% das canções em inglês; 0,4% em italiano; 0,4% em francês; 0,1% em japonês e 1 canção em português que ouvi quando meu pai estava me levando à escola na oitava série, às 06h50, na qual a cantora descrevia os diversos temperos da culinária brasileira… juro que isso é verdade), ou a Ouro Verde em Curitiba (com exceção das músicas brasileiras, pois os únicos que falam português na Antena 1 são os locutores e os anunciantes)). 23,7% da programação é dominada pelas canções de Rick Astley (pois é, se vc foi RickRoll’d em primeiro de abril eu o sou desde nascença)… ‘Together Forever’, ‘Hold me in your arms’, ‘Cry for help’ e a famigerada ‘Never Gonna Give You Up’ são parte da trilha sonora da minha vida (e posso dizer que não reclamo de nada disso) Tenho algumas letras na ponta da língua até hoje (meu primo Henrique se impressiona às vezes), muito do que aprendi da pronúncia em inglês foi com tiozão-hits (a falta de treino me fez enferrujar na escrita e na fala, ultimamente praticamente só tenho ouvido e lido em inglês). Agora estou acompanhando a programação da rádio Mundo Livre de Curitiba, um pouco mais jovem, com alguns toques de música brasileira, latina e francesa (ouvi uma da Keren Ann, ‘Jardin d’hiver’, lindamente anunciada por uma das locutoras da Mundo Livre, não sei se a Carol ou a Margot, como (leia literalmente o que escreverei) ‘Jardim di Raiver’… elas precisam de umas aulinhas de inglês e de francês, mas por favor, continuem colocando mais canções desse tipo… é ‘Mundo’ Livre então tem que tocar música de vários cantos do mundo…) mas ainda assim com uma forte influência de tiozão-hits.

[Retomando] Não me lembro bem o que pretendia escrever, só me lembro que no dia que tive a idéia as músicas foram jorrando…

Money, money, money
Must be funny
In the rich man’s world
Money, money, money
Always sunny
In the rich man’s world

(Money, Money, Money – ABBA)

Ia usar o trecho pra falar da bolsa, que só comecei a receber há pouco. Foi um sufoco, era pra começar a receber depois das férias, depois o antigo dono dela acabou passando do prazo pra defender a dissertação e eu fiquei mais um mês sem receber. Por fim, meus formulários foram perdidos (o que ouvi foi que a pró-reitoria de pesquisa e pós-graduação estava trabalhando apenas com estagiários, precisando abrir um concurso para a contratação de novos funcionários, e que tudo estava bagunçado), não recebi no mês devido, recebi no mês seguinte com o pagamento retroativo do mês perdido. (Eu tinha mais o que falar de Money, Money, Money… a letra e o clipe são incríveis, mas me desmotivei, algum dia pode ser que volte a ela).

O que me lembro é que ia comentar alguma coisa com um trecho de ‘Bang-a-Boomerang’ e faria uma piada com ‘Fernando’, só não sei exatamento o quê (eu fiz algumas anotações, mas não consigo entender o que quis dizer…).

O que ficou anotado e me faz sentido foi uma certa indignação em relação ao meu primeiro semestre se resumir em três conceitos: A, B e A. Foram tantas coisas novas, boas e ruins que me aconteceram no mestrado que é difícil resumir em três conceitos o meu aproveitamento acadêmico. Foram listas de exercício intermináveis, longas noites sem dormir resumindo capítulos de macroeconomia, sete provas e tantas outras coisas…

Terça que vem pretendo subir no blog todas as apresentações de seminário que fiz no OO.org Impress durante o segundo semestre (que acaba dia 8/12), uma amostra do trabalho que tive desde agosto. Sou usuário há quase dois anos e tenho me dado tão bem com o OpenOffice que sugiro sempre que posso àqueles que continuam usando o Microsoft Office a experimentarem o OO.org.

Aproveito a deixa para avisar que tenho me aventurado neste ano a usar um grande número de outros softwares livres como a Gretl, que já tento usar há algum tempo e venho ganhando prática, o Inkscape e o GIMP, que me ajudaram a fazer alguns diagramas e fundos para as apresentações. Meus próximos passos são aprender a usar o R e o JMulTi, softwares estatísticos que me parecem ser muito bons, e começar a escrever com o LaTeX.

Como esse post já perdeu o sentido, já é uma da madrugada e estou cansado e sem banho decido parar por aqui.

PS: a estrofe que resgatei de uma canção de Thomas Dutronc (ótima voz, violonista de mão cheia, «Les frites bordel» e «NASDAQ» são muito engraçadas, a última conta com a participação de uma lusófona falando: Londres, Amsterdã, CAC 40, Euro, Dólar, Stock Option e outras frases soltas), «J’aime plus Paris» retrata bem meu ano em Curitiba: «Le ciel est gris, les gens aigris; je suis pressé, je suis stressé»… E tem o clipe de «Jeune, je ne savais rien» que eu não tinha visto ainda e recomendo…

PPS: posso garantir que não fui influenciado por Mamma Mia (eu não assisti ainda). Assita ao clipe Waterloo, se não me engano, do ABBA para rever aquele amigo da She-ra que acho que se chamava Arqueiro ou algo do gênero…

PPPS: Busque aquilo que não estiver com linkado, cansei de fazer isso nesta postagem.

Esse post foi publicado em day-by-day, Música, Mestrado e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para A mispelled AB[B]A first semester!

  1. Celise disse:

    Vítor, foco e síntese! Hahahaha!
    Seus posts são os maiores e mais variados do mundo. Rs.
    Mas eu gostei da Mundo, até salvei nos meus favoritos. 😉

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s